O Conselho da Autoridade da Concorrência adotou uma decisão de não oposição na operação de concentração 40/2012 - Zardoya OTIS/ENOR

​Em 25 de outubro de 2012, o Conselho da Autoridade da Concorrência, no uso da competência que lhe é conferida pela alínea b) do n.º 1 do artigo 17.º dos Estatutos, aprovados pelo Decreto-Lei n.º 10/2003, de 18 de Janeiro, delibera adotar uma decisão de não oposição à presente operação de concentração, nos termos da alínea b) do n.º 1 do artigo 50.º da Lei da Concorrência, uma vez que a mesma não é suscetível de criar entraves significativos à concorrência efetiva nos seguintes mercados: (i) mercado nacional da comercialização e instalação de elevadores; (ii) mercado da prestação de serviços de assistência técnica e manutenção de elevadores nas regiões de Lisboa e Setúbal; (iii) mercado da prestação de serviços de assistência técnica e manutenção de elevadores nas regiões de Porto, Aveiro e Vila Real; (iv) mercado da prestação de serviços de assistência técnica e manutenção de elevadores nas regiões de Leiria, Coimbra e Santarém; (v) mercado da prestação de serviços de assistência técnica e manutenção de elevadores nas regiões de Viana do Castelo e Braga; (vi) mercado nacional da comercialização e instalação de escadas mecânicas e tapetes rolantes; (vii) mercado da prestação de serviços de assistência técnica e manutenção de escadas mecânicas e tapetes rolantes nas regiões de Lisboa e Setúbal; (viii) mercado da prestação de serviços de assistência técnica e manutenção de escadas mecânicas e tapetes rolantes nas regiões de Porto, Aveiro e Vila Real.

Links Relacionados

Ficha do processo