Passar para o conteúdo principal

Recrutamento de Chefe de Unidade de Práticas Restritivas II - Ref.ª REC/2022/9

A Autoridade da Concorrência está a recrutar 1 Chefe de Unidade de Práticas Restritivas II em regime de contrato de trabalho em comissão de serviço externa.

REQUISITOS DE ADMISSÃO E QUALIFICAÇÕES

Constituem requisitos de admissão a detenção pelo/a candidato/a das seguintes competências e habilitações:

  • Licenciatura em Direito ou Economia ou em outra área com relevo para o exercício da função;
  • Experiência profissional relevante pós-licenciatura mínima de 8 anos na área de concorrência;
  • Excelente domínio de português e inglês.
  • Disponibilidade para deslocações regulares no país e no estrangeiro.

Condições preferenciais:

  • Mestrado/LL.M. em direito da concorrência ou regulação, direito da União Europeia ou em área compatível com o exercício da função;
  • Mestrado em economia ou em área compatível com o exercício da função, preferencialmente na vertente de economia industrial, microeconomia, concorrência ou regulação;
  • Pós-graduação nas áreas acima referidas;
  • Experiência mínima de 2 anos em funções de liderança/coordenação de equipas ou projetos.

A nível comportamental e profissional, o/a candidato/a deve revelar:

  • Alinhamento com os valores da AdC: dedicação, superação, colaboração, responsabilidade e isenção;
  • Forte visão e planeamento estratégicos;
  • Orientação para resultados e para cumprimento de objetivos;
  • Excelente capacidade de relacionamento, comunicação, empatia, influência, argumentação, persuasão e negociação;
  • Capacidade de liderança: procuramos alguém que lidere pelo mérito dos seus argumentos;
  • Agente ativo de promoção do alinhamento interno ao nível ascendente, com os pares e ao nível descendente;
  • Espírito de missão e capacidade de mobilizar equipas para a prossecução de um propósito comum, de lhes incutir o gosto pelo trabalho colaborativo, de as motivar e desenvolver;
  • Capacidade para estabelecer parcerias com as equipas que estão no terreno;
  • Capacidade de estabelecimento de diálogo permanente com os seus pares, de forma a fomentar a colaboração e a desenvolver estratégias de atuação integradas;
  • Elevada autoconfiança;
  • Capacidade para gerir conflitos;
  • Elevado nível de accountability e de maturidade;
  • Abertura à mudança, proatividade e dinamismo.

Prazo para apresentação de candidaturas:
Até às 23:59 do dia 6 de fevereiro de 2023.

Para se candidatar:

Os candidatos devem enviar, para o endereço eletrónico recrutamento@shlportugal.pt, os seguintes documentos:

  • curriculum vitae, que entre outras informações indique o período de experiência em matéria de concorrência ou regulação, detalhando as atividades e os projetos realizados, assim como o contributo individual do candidato;
  • cópia legível do(s) certificado(s) comprovativo(s) das habilitações académicas com indicação da área;
  • declaração de motivação.

O procedimento será conduzido por um júri, em articulação com empresa externa especializada (SHL Portugal).