Passar para o conteúdo principal

O que faz a Autoridade da Concorrência?

A AdC é uma entidade administrativa independente cujo propósito é defender a concorrência em prol do cidadão. Está, pelo quinto ano consecutivo, entre as 20 melhores autoridades da concorrência a nível mundial.

Ano de criação
Ano de criação
2003
Nº de funcionários
Nº de trabalhadores
93

Missão, Visão e Valores da AdC

Ícone missão da AdC
Investigar mais, melhor e mais rápido
Ícone visão da AdC
Ser a referência na prestação de serviço público pela qualidade e agilidade

Objetivos Estratégicos e Operacionais

Martelo
Detetar, investigar e punir todas as práticas anticoncorrenciais
Relógio
Controlar, de forma eficaz e célere, as operações de concentração
Pessoas
Promover a concorrência em todos os sectores da economia
Balança
Dar a conhecer os benefícios e regras da concorrência a toda a sociedade
Transparência
Fomentar a transparência junto de todos os intervenientes
Bola
Reforçar a cooperação multilateral e bilateral com congéneres internacionais

O Conselho de Administração da Autoridade da Concorrência

Margarida Matos Rosa
Presidente
Margarida Matos Rosa
Maria João Melícias
Vogal
Maria João Melícias
Miguel Moura Silva
Vogal
Miguel Moura e Silva

Prioridades para 2023

  • Detetar, investigar e sancionar abusos ou práticas anticoncorrenciais com um impacto mais substancial nas famílias e empresas, nomeadamente cartéis e outras práticas ilícitas entre concorrentes;
  • Prosseguir a investigação de indícios de abuso e colusão em ambiente digital, através da atuação da equipa digital da AdC, em estreita cooperação com outras autoridades europeias; 
  • Contribuir para o crescimento económico da economia portuguesa, reforçando os esforços para incluir a dimensão da concorrência no espetro das políticas públicas;
  • Intensificar o contributo para a promoção de um mercado de trabalho aberto e concorrencial, em que os empregadores adotem uma conduta independente e competitiva, contribuindo para mais oportunidades para os trabalhadores e inovação;
  • Consolidar procedimentos internos de checks and balances, assegurando uma atuação robusta do ponto de vista jurídico e económico;
  • Intensificar as iniciativas de divulgação e comunicação dos benefícios da concorrência junto dos stakeholders da AdC;
  • Contribuir, através de uma política de concorrência eficaz, para a capacidade das empresas portuguesas competirem pelo mérito nas cadeias de valor globais.

Leia as Prioridades de Política de Concorrência para 2023. Os indicadores de desempenho e metas da AdC  são concretizados no seu Sistema de Controlo de Objetivos e Resultados (SCORE). Consulte o SCORE 2022 da AdC. 

Conheça a atividade do último ano

"Precisamos de mais, não menos concorrência para que a recuperação económica seja uma realidade após uma crise de dimensões ainda indefinidas". Leia o Relatório de Atividades de 2021. Conheça os principais resultados da AdC em 2022.

Autoridade da Concorrência

Os números da Autoridade da Concorrência

Entre 2017 e 2022, a atividade da AdC refletiu-se em dezenas de decisões e recomendações que contribuíram para um melhor funcionamento do mercado e da economia, traduzindo-se em benefícios para os consumidores.
47
decisões sobre práticas restritivas da concorrência
Martelo
315
decisões de controlo de operações de concentração
Balança
143
estudos, pareceres e recomendações
Balão

*última atualização: 4º trimestre de 2022